segunda-feira, 30 de maio de 2011

Fórmula 1: "Everybody hates Hamilton"


Ontem, após a corrida do Grande Prêmio de Mônaco, em entrevista à TV BBC, o piloto Lewis Hamilton soltou uma frase que o fez parecer com o personagem principal do seriado "Everybody hates Chris" (Todo mundo odeia o Chris). "Talvez seja porque sou negro", disse Hamilton.
Apesar de a imprensa afirmar que o piloto fez o comentário infeliz, o rapaz até que pode ter lá sua razão, já que outros também erram - se é que pode se chamar ousadia de erro - e nem todos são chamados atenção como ele. Hamilton ainda disse que, em cinco de seis corridas, foi chamado para falar com os comissários. O problema é que ele não precisava xingar os colegas, coisa de gente de cabeça quente.
No final das contas, o jovem "desbocado" terminou tendo que se retratar para não sofrer mais punição. Fica a comparação: "Everybody hates Hamilton"!






2 comentários:

  1. Hamilton quer se fazer de vítima, não vejo perseguição contra ele. Pelo contrário: vejo proteção.

    Na primeira temporada dele, que foi muito boa para uma estréia, ele chegou a disputar o título até a última corrida. Então, por errar um botão do volante, perdeu a chance de ser campeão e deixou o título para o Kimi Räikkönen.

    Ele foi punido pelo erro pessoal que custou um título por ser negro? Não, continuou sendo tratado como queridinho pela McLaren e na temporada seguinte, emendado outra boa performance, sagrou-se campeão.

    Agora que ele vê um outro piloto muito jovem surgir e fazer boas campanhas, o Vettel, creio que bateu uma crise de ciúmes e ele surtou com essa frase.

    Boas, Tapety!

    ResponderExcluir
  2. http://globoesporte.globo.com/platb/voandobaixo/2011/06/02/a-imaturidade-de-um-campeao

    ResponderExcluir